Mensagem de Páscoa

 

 

 

Inspirada na Páscoa, período de renovação, esperança e confraternização, eis aqui os meus primeiros cupcakes! Elaborados num "louco impulso culinário" pra compor a confraternização de Páscoa da família, espero que, apesar da aparência meio "franciscana" (em homenagem/referência ao novo Papa!) não sobre nenhum deles pra contar a história!

 

E, antes que eles encontrem o seu fim (e antes que minha carreira de culinarista por impulso também se termine) compartiho aqui com vcs estes "bolinhos fake" desejando a todos uma òtima Páscoa, com tudo de bom e duradouro que ela traz!

Bjs e até! Nos próximos posts retomo as pautas mexicanas! Muito feliz

 

 


Share

 
 

Novidades mexicanas

 

Olá pessoal!

De volta das férias, ainda em marcha lenta, eis que trouxe, além da mala, uma "montanha" de fotos e muita coisa pra contar! Previsível, não? Riso

E, pra começar, já que tem gente bem curiosa (e com razão!), vou falar sobre coisas triviais, peculiares, algumas bobas, mas que, até então, eu nunca tinha visto!

Uma coisa que já tinham me comentado, mas eu não tinha "assimilado", é que os mexicanos comem gafanhotos! Os chapulines, segundo me disse uma cozinheira num dos hotéis, infestam naturalmente as plantações de alfafa e, então, são coletados para servir de alimento. Para nós, os seres humanos.

arquivo pessoal

Na Cidade do México e em outros Estados, eles são oferecidos nas feiras, ou mesmo por ambulantes, nas ruas, em cestos, repletos deles! Em restaurantes, como no caso deste hotel, ou em tendas de rua, podem ser cozidos em molho e utilizados como recheio de tacos, por exemplo... Não tive coragem de comer o bicho, assim, com olhos e pernas... Mas, dentro de um taco, sem ver, com a fome da manhã e pra experimentar o que nossos irmãos mexicanos tanto gostam... Foi! Mas só uma vez! Não senti nenhum sabor estranho... Nem remorso... Depois disso, considerei o ato como "missão cumprida" e nunca mais tive vontade de repetir! Pra que, né?  

Como compensação, acabei trazendo um gafanhotinho em madeira, todo colorido... Uma peça artesanal, tradicional, bonita e delicada. São esculturas conhecidas como alebrijes que tem partes móveis e representam vários animais. A Luma já tinha falado neles nos comentários do post anterior! Obrigada Luma!

E por falar de invertebrados comestíveis... Bem, visitando uma fabricação artesanal de Tequila/Mezcal aprendemos que o líquido que possui uma larva dentro da garrafa tem seu sabor melhorado e, portanto, é mais cobiçado e valorizado! Teve gente que não só bebeu da garrafa com o gusano, como até comeu a larva... Eu não, Deus me livre! Aih já seria demais!

Outra novidade na área gastronômica foi identificada na estrada... Numa das tantas paradas alguém do grupo encontrou outra coisa, até então, inédita! O Jugo de verduras, em latinha, exposto na mesma geladeira dos sucos e refrigerantes! O suco, na verdade, nada mais é do que uma sopa gelada... Ao primeiro gole, muito esquisito, mas, saboreando bem... Não é que era gostoso? Com baixíssimas calorias (50 cal para cada 240 ml) e baixo teor de sódio, era feito de tomate, cenoura, alface, aipo, espinafre, beterraba, agrião e salsinha. Um lanche respeitável e bem interessante... Fico me perguntando porque ainda não há uma coisa destas por aqui... Um lanche de consumo imediato e por que não dizer, saudável? Taí uma coisa que eu compraria se encontrasse nos nossos supermercados! Tem alguém aih que queira importar? Ou produzir? Olha ele aqui!


imagem da internet

Já num grande supermercado, o Chedraui, em Mérida, enquanto procurava a seção de higiene bucal, acabei encontrando nas prateleiras um sabonete hidratante à base de Leite de Burra! Isto mesmo! Até comprei um pra experimentar: tinha um perfume suave e uma burrinha desenhada na caixinha... Infelizmente, apesar da curiosidade, nem cheguei a testar a novidade, pois, com o cansaço da viagem, acabei esquecendo parte das compras ali no caixa mesmo! E não me dei conta! Horas depois, antes de dormir, quando fui procurar o fio dental que tinha comprado, é que me dei conta do "prejuizo"...  Não encontrava em lugar nenhum e, conferindo a nota do supermercado é que lembrei do sabonete! Até podia ter voltado pra buscar os dois, mas o cansaço era bem maior do que a minha curiosidade, e já que no dia seguinte levantaríamos bem cedo... Bem, acabei ficando sem os benefícios do sabonete! Descobri depois que o leite de burra é considerado muito bom pra pele mesmo... Vc sabia?

imagem da internet

Mas o Mèxico, claro, é muito mais! Boa parte da história do continente americano está lá; um dos mais importantes museus de antropologia está lá; ruínas, sítios arqueológicos importantíssimos, igrejas... Tanta coisa que, sendo impossível lembrar de tudo que vimos/ouvimos durante o tour, acabei trazendo, também, vários livros pra dar conta desta parte histórica tão rica! Mas o meu preferido é este aqui:

imagem da internet

Ele trata justamente de um assunto sobre o qual já tinha comentado aqui há um tempo atrás... Ainda quero, um dia, voltar lá bem na data, pra ver de perto os festejos do Dia de los Muertos!

E, antes que eu me esqueça, um item que sempre levo quando saio do país (até pra Rivera!) é justamente um dicionário! Por mais simples que seja (afinal tem que ser fácil pra carregar!), "quebra um galho" enorme, tanto para o turista quanto para o "local"!  Por mais que eles se esforcem (e a maioria dos mexicanos é muito simpática!) nem sempre eles nos entendem ou conseguem passar para o "portunhol" o que querem nos dizer! Até uma das guias locais acabou fazendo uso do meu "amansa-burro"! Era uma francesinha que fazia o receptivo em Mitla - numa viagem, acompanhando turistas franceses, conheceu um guia mexicano... Se apaixonaram e, ela, que já era apaixonada pela cultura/história mexicana, acabou voltando outras vezes até ficar por lá com o seu par. Isso já faz mais de 5 anos e ela fala o espanhol quase sem sotaque! No final do dia contou que estava grávida. O turismo também tem destas surpresas! Pode mudar a vida da pessoa por completo! 

Mas voltando aos dicionários, vejam o que eu encontrei no retorno: Diccionario Breve de Mexicanismos. Sem dúvida, uma preciosidade! Se vc pretende ir ao Mèxico, guarde o link! 

Bom, este post já está grande demais... Encerro por aqui. No próximo, vou contar pra vcs a experiência mais mexicana que tivemos durante toda a viagem: presenciar uma seleção de touros e, depois, assistir a uma tourada!

Enquanto isso, se quiser saber algo específico, é só perguntar... Posso adiantar algum tópico!

Bjs e até!

 

 


Share

 
 

Regalitos

 

 

Antes de sair de férias, venho deixar um abraço, desejando a todos (em férias ou não) que passem ótimos dias também! Volto dia 30, com um saldo de 4 dias pra desfazer a mala, baixar fotos (provelmente uma "montanha" delas), e me preparar pra voltar ao trabalho! 

E como daqui a pouquinho vou ter que ir pro aeroporto, a msg vai ter que ser curtinha mesmo, ok? Tão curtinha quanto a listinha de presentes que a família e alguns amigos me revelaram:


um sombrero (meu Deus, será que chegaria inteiro?)

uma tequila (esta é fácil)

uma caneca (moleza!)


E vc, que "regalito" gostaria que lhe trouxesse do México?

Prometo mostrar a lista aqui, garantindo a privacidade das identidades, ok? 

Só pra gente se divertir mais um pouco!


(obs: apesar de todo o esforço, continuo odiando as malas!)


Bjs e até a volta!!

 

 


Share

 
 

O jogo da mala

 

 

Sou do tipo de gente que adora desafios (os opcionais, não aqueles impostos pela vida!), por isso, um dos meus passatempos favoritos é resolver quebra-cabeças... Qualquer um serve: do clássico em cartão, com as imagens recortadas em centenas de pedaços, até os eletrônicos, que jogamos no computador, passando pelos de brinquedo, como o cubo mágico ou elo maluco (lembram deles?)... Palavras cruzadas também são diversão pura, aliadas à vantagem de aumentar o vocabulário e sempre aprender alguma coisa mais...

 

             

IMAGENS DA INTERNET


Só que hoje, enquanto procurava uma mala pra colocar o necessário para a viagem de férias é que me dei conta do grande desafio que é fazer a "mala ideal"!

Já postei aqui sobre malas e o pavor que tenho delas, embora reconheça a importância do produto e sua capacidade de despertar, pelo menos em mim, sentimentos contraditários pelo seu caráter um tanto bipolar: indesejáveis mas indispensáveis!

Descobri que fazer uma mala é mesmo um desafio! Como fazer caber num compartimento móvel, que se carrega ou se puxa pela alça, tudo o que podemos precisar, e na quantidade exata, enquanto estivermos fora de casa? Como saber o que teremos vontade ou necessidade de vestir num futuro próximo, sabendo que nossa gama de escolha vai ser bem reduzida, se comparada ao nosso guarda-roupas que vai ficar em casa?

Seria muito fácil se minhas ideias mirabolantes pudessem se realizar, como por exemplo malas miniaturizáveis que voltassem ao tamanho normal ao se apertar um botão... Mas isso não existe, e tenho que me esforçar pra acertar, ou não errar tanto, na montagem da mal(dit)a... E errar não significa apenas levar coisas a mais, ou a menos... É preciso que as roupas/sapatos combinem entre si, pra que se possa estar confortável e harmonicamente vestida ao mesmo tempo! Afinal, somos turistas e não desabrigados! Socorro! É ou não um quebra-cabeças?

Pois enquanto pensava nisto, percebi que o tema poderia gerar outro "post" e, ao fazer uma pesquisa de imagens para ilustrar o texto acima, encontrei o blog OFICINA DE ESTILO, bem bacana... Entre tantos assuntos, também dá dicas de como fazer uma mala bem planejada. No meu caso, um pouco tarde, agora que já listei tudo o que vou levar (orientada por um rol de sugestões fornecido pela agência de viagens), mas ainda a tempo de repensar alguns itens, inclusive o principal: a própria mala, que talvez fique um pouco esturricada se eu não retirar nada da lista... Melhor levar uma mais folgadinha!

Se você ainda não fez a sua mala e vai viajar em seguida, aproveite estas dicas aqui

E enquanto isto, bjs e até mais! Prometo passar aqui novamente ao menos pra dar um tchau & até a volta!


 


Share

 
 

Feliz 2013!

 

Desejando o melhor de tudo, pra todos!


"... Eu sei que uma rede invisível irá me salvar 

O impossível me espera do lado de lá 

Eu salto pro alto eu vou em frente... " (Frejat)

 

 

(Postagem pareada com Kiririm)

Bjs e tudo de muito bom neste novo ano!

(Que por aqui já começou com surpresa: nova indicação do blog pelo UOL BLOGOSFERA no primeiro dia do ano!)  Apaixonado

 


Share

 
 

É festa!

 

 

E o mundo não acabou! Estamos, de novo, comemorando o Natal e aguardando nosso mais querido presente: uma coleção de 365 novos dias com jeito de surpresa!

Como será o novo ano? Será bom como a gente gostaria e merece?

Uma coisa é certa, pra mim, ao menos... O que importa mesmo é o modo como levamos a vida, a cada dia. O contato que temos com as pessoas, todas elas, desde os estranhos com quem cruzamos todos os dias até aqueles com quem convivemos, em casa, no trabalho, em todos os lugares... O que transmitimos e o que recebemos em forma de carinho, serviço, gentileza, generosidade ou mau humor e descaso... Tudo isso infuencia a nossa vida e a vida dos outros...

Gosto muito do que diz o Herbert Vianna na letra de LUCA (Santorini Blues, EMI, 1997):

"Abre os olhos pra ver o mundo

tudo é novo para os teus olhos novos...

... tudo é novo para os meus olhos velhos..."


Vamos encarar o futuro com "bons olhos" e boas expectativas, e tratar todo o mundo como gostaríamos de ser tratados. E o que tiver que "vir a ser" certamente será!

Felizmente este ano o espítito natalino "baixou em mim" na hora certa (isto é, antes do Natal - já teve ocasiões que que ele só veio depois!). Então, preparei o hall de entrada para a chegada do Natal, do Ano Novo e de que quiser chegar... Estar aberto para o novo é sempre bom! 

Bjs, um Feliz Natal e um 2013 muito especial pra todos!


 

 

 


Share

 
 

o último pôr-do-sol

 

 

 

De tempos em tempos, previsões sobre o fim do mundo mobilizam as pessoas que realmente acreditam no tão anunciado fim, que, até hoje, nunca se concretizou! Como sobreviveram à melhor frustração que uma pessoa poderia expermimentar? Seria doloroso ou gratificante? Não seria, esta, uma ótima decepção? Eu nunca imaginei que uma decepção pudesse ser coisa boa, mas neste caso parece que sim! O que vc acha?

Na "onda" do apocalipse previsto para daqui a alguns dias - 21/12 - e pegando carona com o Paulinho Moska, eu pergunto: o que vc faria lhe restassem poucos dias?

 

 

Sem pestanejar, se eu realmente acreditasse nesta hipótese, pegaria toda$ as minha$ reserva$, alugaria uma cobertura num hotel ou restaurante com vista para o Guaíba e juntaria toda a família e todos os amigos, reais e virtuais, conhecidos simpáticos, vizinhos queridos, etc, pra um happy hour, com direito ao mais belo e último pôr-do-sol deste mundo! 

Cancelaria as férias programadas pra janeiro, resgatando um pouco do valor pago pra garantir a festança! Cancelaria também as compras de Natal e a lista dos presenteados, já que não haveria Natal desta vez... 

Contrataria Jorge Drexler para um show durante a festa, que, aliás, não teria hora pra acabar, acabaria junto com o mundo! E esta seria, então, a melhor entre todas as festas que pudéssemos ter participado durante toda a vida, por uma razão elementar: ninguém estaria preocupado com "o dia de amanhã"! Todos os nossos problemas estariam definitivamente resolvidos no dia seguinte: o dia inexistente e livre de qualquer compromisso! 

E, como todas as outras vezes, não se concretizando a fatídica previsão... imediatamente mudaria o tom da festa, dando início à comemoração da continuidade dos nossos planos e sonhos nesta vida! Um ótimo recomeço!

E vc, se o mundo fosse acabar, o que vc faria? Se está longe e não consegue chegar em Porto Alegre até 21/12, sugiro que conheça o pôr-do-sol do Guaíba aqui, antes que o mundo acabe!

E a festança está suspensa, porque, na verdade, eu não levo fé nesta previsão não...

BJs e até mais!

 

 


Share

 
 

prasparedes!


Já disse uma vez o querido Vinicius Valente: ter um blog é contar pras pessoas aquilo que elas não querem saber! Por mais óbvio que isso possa parecer, eu nunca tinha pensado nisso, desta forma tão clara! Pura verdade, especialmente quando a gente fala dos blogs pessoais, que, por não terem um tema bem definido, variam com a cabeça e o momento dos autores!

Também não é à toa aquela velha analogia blogs X garrafas jogadas ao mar... Depois de lançadas é raro que se tenha notícias delas: onde foram parar, se foram encontradas, se alguém leu a mensagem! Não há como prever por quanto tempo a msg ficaria à deriva, ou se seria engolida por uma baleia, (pobre baleia!) enfim... Já que nosso "mar" é a internet, esse tempo pode ser infinito e nossa mensagem pode permanecer para sempre, perdida, ignorada, mas pronta para ser descoberta a qualquer momento e, aí sim, justificar a sua existência e o esforço de quem a criou.

Por isso, blogar é um ato de coragem, desprendimento e de esperança infinitos. É coisa pra otimista, ou doido... Ou vc teria mesmo uma conversa com as paredes?

Mensagens engarrafadas quando encontradas viram notícia! Coisa rara mas possível, como aconteceu na Irlanda. No caso dos blogs, quando a msg é lida e compreendida, mesmo que em parte, tende a "virar" comentário, o maior sucesso e a maior alegria de um blogueiro amador!

Daqui a pouco, quando o relógio alcançar a 00:00 e iniciar o feriado de 15 de Novembro, este blog completa 4 anos! 

Neste tempo, superou a marca dos 12 mil visitantes (nº infimo se considerarmos o tamanho da blogosfera, mas surpreendente pra um blog despretensioso). Comentários? 722, a maioria de amigos blogueiros, tesouros preciosos encontrados no fundo deste mar! Posts? Puxa, confesso que não sei! Meu amadorismo ainda não me permitiu um modo de saber isso!!! 

E como a data é especial, deixo aqui meu agradecimento e incentivo a todos os blogueiros e leitores que já passaram por aqui!

A mensagem do dia é: 

Para os leitores ou visitantes: que continuem a visitar seus blogs favoritos e a procurar novos blogs pra conhecer, reciclar e trocar ideias... Afinal de contas, é esta dobradinha inseparável blogueiro-leitor que garante que a blogosfera seja tão variada e infinitamente interessante.

Para os generosos/corajosos que deixaram seu comentário: obrigada por cada "pitadinha de fermento" que vcs deixaram aqui! São vcs que fazem a alegria desta "padaria"! Vc, visitante, se tiver algo a acrescentar ou mesmo discordar, aqui ou em qualquer outro blog: tenha coragem e saia do anonimato se tiver vontade. Arrisque um palpite! Todos ganharão com isto!

Para os blogueiros, que "suam" pra blogar no seu pouco tempo disponível: comemorem cada texto que puderem postar, não esperem uma data especial! E não desanimem se às vezes parecem mesmo estar falando pras paredes! Afinal, até poetas e cantores talentosos se sentem assim!



Bjs e haja parede pra nós!

 

 


Share

 
 

Passos, pernas e ditados

 


Ontem  lembrei de um conselho bem corriqueiro no meu tempo de criança: "não se deve dar o passo maior que as pernas".

Isso significava que não se deveria assumir responsabilidades maiores do que nossa capacidade, especialmente a financeira... $ábio conselho!

 

Mas aquilo que sempre pareceu mera "figura de linguagem" adquiriu um caráter literal: nunca, nunca mesmo deveríamos dar o passo maior que as pernas, sob pena de... sofrer com uma bursite e tendinose no quadril! Que coisa chata, dolorida e limitante... 

Até parece absurdo imaginar que alguém possa mesmo dar um passo maior que a perna, mas, acreditem, foi exatamente isso que eu fiz!

Em setembro, participei de uma caminhada em Morro Reuter/RS, pela segunda vez fazendo o mesmo percurso. Já sabendo que seria meio "puxado", pensei assim: "caminhada longa (15 km) e ainda com subidas... Pra cansar menos e render mais vou dar passadas maiores pra percorrer o trecho com menos esforço."

 


Imagem da internet

E assim foi; fiz a caminhada "na boa", por quase 3h30 min, e me senti muito bem ao terminar. O único efeito colateral foi uma fome voraz!

Mas... 2 dias depois, apareceu aquela clássica dorzinha de quem exagera no exercício... Nem me preocupei...

Só que a dorzinha nunca mais sumiu e foi piorando... Até ficar quase insuportável...

Resultado: consultas, muita espera, exames, mais espera, encaminhamento para fisioterapia e indicação de repouso compulsório: sem academia, sem natação, sem dança...

Caminhar pra ver o por-do-sol, tomar um ar e esfriar a cabeça? Nem pensar: tenho que me contentar com as janelas...

Passear na Feira do Livro? Infelizmente ainda não pude! Limitada e sem perspectiva... Por quase 15 dias, enquanto aguardava a consulta com o fisiatra!!! Acabei ganhando uns "quilinhos" por conta deste "cárcere"...

Agora que felizmente já consultei (pra minha alegria o médico é ótimo), as recomendações são: 


 

  • não usar escadas - a não ser que não haja elevador, esteira, colo, guindaste...
  • não ficar sentada por mais de 45 min... Se for preciso, levantar e caminhar por 2-3 minutinhos...
  • fazer compressas de gelo 3x ao dia, por, pelo menos 15 minutos;
  • fisioterapia (muita); caminhar apenas o necessário... 
  • musculação? somente braços, (vou cuidar pra não ficar como o Popeye!), abdominal e alongamento...
  • natação? Ah, que bom, Riso esta sim foi liberada, e já retomei hoje, bem de leve, com o professor controlando...

 

Mas o porquê da "ladainha"?  Pra compartilhar a minha "burrice tática", e para que saibam que nunca, nunca mesmo deveríamos dar o passo maior que as pernas!!!

Como diz outro velho ditado: "de boas intenções o inferno está cheio"... e os consultórios médicos também...


Bjs e até!

 

 


Share

 
 

O Dia dos Mortos

 

 

Imagem da internet


Nosso calendário oficial é cheio de datas marcantes, algumas bem festivas, outras nem tanto... É o caso do Dia de Finados. Feriado nacional, envolve todo o mundo, seja unicamente pela folga em si, ou por fazer com que as pessoas se voltem, fisicamente ou em pensamento, para homenagear os que já morreram!

Eu, que detesto cemitérios, só frequento estes locais por solidariedade ou pra me despedir de quem se foi... E não volto mais. Não visito nem enfeito túmulos como faz boa parte das pessoas num dia como hoje.  A lembrança das pessoas queridas que já morreram  estão comigo sempre e eles estão bem vivinhos e alegres na minha memoria!

Há pessoas que não se abalam nestes locais , e até os que praticam o “turismo cemiterial” vinculado à história e arte existente nestes locais... Quanto a mim, podem me chamar de ignorante, pois este tipo de lazer está descartado das minhas opções... Não me agrada nem um pouco...

Não que eu tenha medo, não tenho não! Aliás, já morei numa rua bem ao lado dos principais cemitérios da cidade. Curiosamente o nome da rua é Saudável e imagino o porquê!!!  Afinal, enquanto a vizinhança se mantiver com saúde não vai passar para o outro lado dos muros das indesejáveis moradias.

Mas no México, a data de finados é bem diferente!  De acordo com a Wikipedia  (o “amansa-burro” dos internautas), uma das festas mexicanas mais animadas ocorre justamente nesta época. Diz a tradição que nesta data os mortos vêm visitar seus parentes, por isso o período é celebrado com comida, festa e muita  música.  Gostaria de ver isso de perto, talvez passasse a ver esta data com outra “vibe”.

E pra vc, esta data lhe incomoda, lhe traz paz? Ou é apenas mais um feriadão?

Em viagem, vc costuma visitar os cemitérios locais como parte do Turismo Cultural?   

Conta pra gente!

Bjs e até!

PS: Vejam que bela matéria sobre o Dia de los muertos aqui! 

 

 


Share

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, Mulher
    Visitante número:



     






    Na fila...


    from gifmania



    PÃO PRA QUEM PRECISA!







    CONTROLE DE QUALIDADE


    UOL


    GOSTOU? DIVULGUE!














    PROVEI E GOSTEI!


    TERTULIA VIRTUAL





    OUTRAS DELÍCIAS!


    Arruma Blog


    Blog do Rafa



    Arruma Blog









    OBRAS JURÍDICAS?





    www.flickr.com
    Esse é um módulo do Flickr que mostra fotos e vídeos públicos de Carla Bacedo. Faça seu próprio módulo aqui.






    Carla Bacedo

    Criar seu atalho



    SEU COMENTÁRIO É O MELHOR FERMENTO!




    Na gerência





    A Clientela







    APROVADO!




    Central Blogs


    BlogBlogs.Com.Br


    Divulgue seu blog!
    Meu código:3870


    Technorati Profile


    Add to Technorati Favorites






    Ver!