o último pôr-do-sol

 

 

 

De tempos em tempos, previsões sobre o fim do mundo mobilizam as pessoas que realmente acreditam no tão anunciado fim, que, até hoje, nunca se concretizou! Como sobreviveram à melhor frustração que uma pessoa poderia expermimentar? Seria doloroso ou gratificante? Não seria, esta, uma ótima decepção? Eu nunca imaginei que uma decepção pudesse ser coisa boa, mas neste caso parece que sim! O que vc acha?

Na "onda" do apocalipse previsto para daqui a alguns dias - 21/12 - e pegando carona com o Paulinho Moska, eu pergunto: o que vc faria lhe restassem poucos dias?

 

 

Sem pestanejar, se eu realmente acreditasse nesta hipótese, pegaria toda$ as minha$ reserva$, alugaria uma cobertura num hotel ou restaurante com vista para o Guaíba e juntaria toda a família e todos os amigos, reais e virtuais, conhecidos simpáticos, vizinhos queridos, etc, pra um happy hour, com direito ao mais belo e último pôr-do-sol deste mundo! 

Cancelaria as férias programadas pra janeiro, resgatando um pouco do valor pago pra garantir a festança! Cancelaria também as compras de Natal e a lista dos presenteados, já que não haveria Natal desta vez... 

Contrataria Jorge Drexler para um show durante a festa, que, aliás, não teria hora pra acabar, acabaria junto com o mundo! E esta seria, então, a melhor entre todas as festas que pudéssemos ter participado durante toda a vida, por uma razão elementar: ninguém estaria preocupado com "o dia de amanhã"! Todos os nossos problemas estariam definitivamente resolvidos no dia seguinte: o dia inexistente e livre de qualquer compromisso! 

E, como todas as outras vezes, não se concretizando a fatídica previsão... imediatamente mudaria o tom da festa, dando início à comemoração da continuidade dos nossos planos e sonhos nesta vida! Um ótimo recomeço!

E vc, se o mundo fosse acabar, o que vc faria? Se está longe e não consegue chegar em Porto Alegre até 21/12, sugiro que conheça o pôr-do-sol do Guaíba aqui, antes que o mundo acabe!

E a festança está suspensa, porque, na verdade, eu não levo fé nesta previsão não...

BJs e até mais!