É festa!

 

 

E o mundo não acabou! Estamos, de novo, comemorando o Natal e aguardando nosso mais querido presente: uma coleção de 365 novos dias com jeito de surpresa!

Como será o novo ano? Será bom como a gente gostaria e merece?

Uma coisa é certa, pra mim, ao menos... O que importa mesmo é o modo como levamos a vida, a cada dia. O contato que temos com as pessoas, todas elas, desde os estranhos com quem cruzamos todos os dias até aqueles com quem convivemos, em casa, no trabalho, em todos os lugares... O que transmitimos e o que recebemos em forma de carinho, serviço, gentileza, generosidade ou mau humor e descaso... Tudo isso infuencia a nossa vida e a vida dos outros...

Gosto muito do que diz o Herbert Vianna na letra de LUCA (Santorini Blues, EMI, 1997):

"Abre os olhos pra ver o mundo

tudo é novo para os teus olhos novos...

... tudo é novo para os meus olhos velhos..."


Vamos encarar o futuro com "bons olhos" e boas expectativas, e tratar todo o mundo como gostaríamos de ser tratados. E o que tiver que "vir a ser" certamente será!

Felizmente este ano o espítito natalino "baixou em mim" na hora certa (isto é, antes do Natal - já teve ocasiões que que ele só veio depois!). Então, preparei o hall de entrada para a chegada do Natal, do Ano Novo e de que quiser chegar... Estar aberto para o novo é sempre bom! 

Bjs, um Feliz Natal e um 2013 muito especial pra todos!